Diferenças entre o alinhamento comum e o 3D: Veja aqui!

Diferenças entre o alinhamento comum e o 3D: Veja aqui!

Há dois tipos de alinhamento e balanceamento para os veículos: o comum também conhecido como óptico ou manual e o 3D. Mas você sabe as diferenças entre o alinhamento comum e o 3D? Se não veja neste post as diferenças e como cada um deles funciona.

Diferenças entre o alinhamento comum e o 3D

As Diferenças entre o alinhamento comum e o 3D é que o alinhamento comum utiliza-se de canhões de luz para a projeção de feixes luminosos em um painel à frente do veículo, mostrando o desalinhamento das rodas. Ao passo que, no alimento em 3D, quem faz a leitura do desalinhamento das rodas do veículo é um sensor. Este sensor observa cada um dos refletores previamente instalados em cada uma das rodas do veículo.

O processo de alinhamento em 3D se diferencia das demais maneiras de balanceamento de veículos porque utiliza-se de um sistema computadorizado. Ele já possui previamente as medidas exatas de convergência/divergência estipuladas pelo fabricante, tornando-o altamente preciso. Tamanha precisão na leitura torna os ajustes a serem feitos posteriormente mais fáceis e mais úteis. Isso também evita perda da calibração dos pneus e dos equipamentos do veículo, o que proporciona maior estabilidade ao carro e à direção do motorista.

Como funciona a suspensão de um carro

As suspensões dos veículos servem para equilibrar o atrito que ocorre entre os pneus e o solo. Ela também proporciona ao veículo a estabilidade necessária para uma direção segura. Caso as estradas e vias fossem absolutamente planas, sem imperfeições (rachaduras, buracos, desníveis, com pavimentação impecável, etc), não haveria a necessidade de revisar as suspensões.

Diferenças entre o alinhamento comum e o 3D

Mas, nem mesmo as pistas mais planas e novas estão livres de quaisquer desníveis. Ondulações na pista, por exemplo, podem proporcionar força extra ao carro. Esta força extra o desloca para cima e para baixo. Para contrabalancear esta força extra surge o efeito da suspensão, que promove o equilíbrio exato.

A suspensão é a maneira que os engenheiros automobilísticos encontraram de proporcionar aos motoristas o controle do carro. Geralmente, quando as pessoas buscam por carros potentes, querem saber como funciona um motor, quanto de força e de velocidade este motor pode realizar nas pistas. Mas, caso o motorista não consiga controlar o veículo, a potência de um motor será inútil. Portanto, as suspensões são itens primordiais para o bom funcionamento e controle dos veículos.

Como é feito o alinhamento comum ou óptico

Diferenças entre o alinhamento comum e o 3D

Para entender as diferenças entre o alinhamento comum e o 3D é preciso entender como cada um funciona. Para fazer o alinhamento comum nos veículos, em primeiro lugar, se faz a verificação da pressão dos pneus. Esta etapa inicial do balanceamento serve para certificar-se de que os pneus estão firmes e cheios antes de começar o alinhamento. Caso os pneus estejam vazios, o desempenho do veículo ficará comprometido. Em seguida, checa-se os ângulos de convergência e divergência,de calibragem e o número do caster.

Após esta checagem, é a hora de conferir a suspensão das rodas dianteiras. Isso porque se a suspensão estiver solta ou estiver com alguma peça desgastada, o motorista enfrentará problemas futuros com a pressão dos pneus. O próximo passo, marca-se o ângulo de convergência e de divergência. Por meio desta angulação é possível descobrir a maioria dos problemas de alinhamento dos veículos. E por fim, é feito ao alinhamento óptico ou comum.

Como é feito o alinhamento em 3D

Diferenças entre o alinhamento comum e o 3D

 

O alinhamento ou balanceamento em 3D é um sistema de regulagem da suspensão dos veículos por meio do uso da tecnologia de um computador. Ele compara números atuais ( dos ângulos das rodas) com números originais de fábrica. Todo o processo computadorizado envolve a leitura de três parâmetros de análise. São eles x, y, z, para cada uma das rodas do veículo. E para realizar esta leitura computadorizada por meio de sensores, o carro é levantado. Os sensores analisam roda a roda do veículo, e depois esta leitura é repassada ao computador.

Por meio do computador, compara-se então as medidas da leitura atual feita no veículo, com as medidas originais estipuladas pela fábrica. Assim é possível realizar um ajuste bem mais preciso e colocar mais equidade entre a leitura realizada e os números originais. E com este tipo de alinhamento, o veículo ficará com as mesmas medidas originais de fábrica, evitando assim a perda da estabilidade, e auxiliando na maior durabilidade do veículo. Na prática, para o veículo estar balanceado, os números precisam estar mais próprios aos originais de fábrica. As vantagens do alinhamento em 3D são notadas facilmente. Além da melhor estabilidade e da maior durabilidade dos pneus, com o veículo mais regulado, o motorista também economizará em combustível, pois o carro fica mais estável.

E você gostou do nosso post de hoje sobre as diferenças entre o alinhamento comum e o 3D? Deixe seu comentário!

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Post Comment