Yamaha YBR 125

Yamaha YBR 125

A Yamaha sempre em busca de aperfeiçoar as suas motos e conseguir bater seus concorrentes lançou no fim de 2014 um novo modelo da Yamaha YBR 125. Conheça agora um pouco das mudanças que esse modelo passou.

Mudanças na YBR 125

Esse novo modelo da 125 da Yamaha não passou por grandes mudanças, porém apesar de ainda estar com o mesmo motor ela foi batizada de Yamaha 125 segunda geração.  A primeira Yamaha 125 foi lançada no ano 2000 e de lá para cá já passou por três alterações, tudo isso para agradar o consumidor.

As principais alterações que ocorreram nesse novo modelo da 125 foi no visual, que agora conta com grafismos mais límpidos. O tanque de combustível também foi alterado, proporcionando melhor encaixe para as pernas do motociclista. Outras alterações visíveis são nas carenagens que envolvem o recipiente de combustível e o para-lama dianteiro são novos, assim como o plástico protetor localizado entre o motor e o assento. Seu escapamento também foi alterado e tem novo protetor. A traseira está mais afilada e o painel possui novo mostrador em branco que facilita a leitura para o condutor.

Como o objetivo da Yamaha é oferecer um modelo de qualidade e acessível ao consumidor brasileiro, a injeção eletrônica, que faz parte da YBR 125 que são vendidas na Europa, não está disponível na versão vendida no Brasil, que continuou carburada, uma vez que isso faz com que os custos com manutenção sejam menores.

O rendimento do motor monocilíndrico de 124 cilindradas permanece o mesmo, com 10,2 cv a potência a 7.800 rpm e 1.0 kgfm a 6.000 rpm. Houve também uma pequena de redução no conjunto, que passou a 105 kg (K1/K/E) e 107 kg (ED) – antes as versões E e ED tinham 112 kg, enquanto a K pesava 110 kg, porém o tanque de combustível continua com capacidade máxima de 13 litros.

Ficha técnica da Yamaha YBR 125

Além das tradicionais opções K, E e ED, uma nova versão está disponível nessa nova geração a 125 K1 que trata-se de uma versão de entrada para novos motociclistas. Ela é a mais básica de todas e possui cor uma mistura entre vermelho e preto. Na sequência vem a K, que tem partida a pedal e freios a tambor, nas cores vermelho, preto e azul.

Com partida elétrica e freios a tambor, a versão E custa R$ 6.120 e está disponível nas cores preto, vermelho e azul. A top de linha ED recebeu novo sistema de freio a disco, além de contar com rodas de liga-leve e partida elétrica, ela custa em torno de R$ 6.490. Já o modelo ED tem variedades de cores, branco, preto, vermelho e azul e sai por R$ 6.990.

Yamaha Factor K1 2014

  • Motor: Monocilíndrico, 124 cm³, 2V, SOHC, refrigeração a ar.
  • Potência: 10,2 cv a 7.800 rpm.
  • Torque: 1 kgfm a 6.000 rpm.
  • Câmbio: Cinco marchas.
  • Alimentação: Carburador.
  • Dimensões: 1.950 mm x 745 mm x 1.060 mm (CxLxA).
  • Peso: 117 kg em ordem de marcha.
  • Tanque: 13 litros.
  • Preço: K1 – R$ 5.390 (básica) K – R$ 5.690 (marcador de combustível)
  • E – R$ 6.120 (partida elétrica)
  • ED – R$ 6.490 (partida elétrica, rodas de liga-leve e freios a disco)
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Post Comment