Chevrolet Agile

Chevrolet Agile

Lançado em 2009, o Agile é um hatch que teve vários componentes do Corsa e do Celta em seu projeto, iniciado em 2005. Produzido na Argentina, a Chevrolet deixou de importar tanto o Agile quanto o Sonic, vindo do México, já que o mercado brasileiro não se empolgou com esses modelos, havendo baixa procura de ambos nas concessionárias. Para saber um pouco mais sobre este veículo, continue a ler.

Sob o capô

O motor com o qual o Agile é equipado é 1.4 8V Econo.Flex. Ele é capaz de desenvolver 97 cv tendo gasolina por combustível, enquanto são 102 cv usando etanol. Seu câmbio pode ser manual ou automatizado, que começou a vir em 2012 na versão LTZ. Chamado Easytronic, o câmbio automatizado é um acessório opcional que encarece a compra em R$ 2.200,00 se o comprador o desejar.

Mudanças no visual

Em 2014, o Agile ganhou uma reestilização. Houve mudança tanto no design externo quanto no interno, que aumentaram a beleza e funcionalidade do carro. No exterior, o carro ganhou uma nova dianteira, com faróis elegantes, grade e para-choque novos. A traseira também ganha novas lâmpadas e para-choque. O volante novo é uma marca significativa no design interior, agora com a base achatada e uma cara mais esportiva.

Desenvolvimento brasileiro

Apesar de ser um veículo importado, seu projeto foi todo desenvolvido no Brasil. A Chevrolet nunca deixou claro para o consumidor porque isso acontecia, visto que a importação encarece o modelo.

Versões do veículo

Atualmente, o Agile conta apenas com uma versão, a LTZ. Entretanto, ele já teve outras lançadas: o Agile Effect, com ou sem câmbio automático. Todas as versões têm tecnologia Flex, motores 1.4 e a maioria dos acessórios de fábrica, como travas elétricas e ar condicionado.

Itens de série

  • Airbag duplo
  • Bluetooth
  • Conexão USB
  • Vidros elétricos
  • Ar condicionado
  • Volante com ajuste de altura
  • Alarme
  • Faróis de neblina
  • Computador de bordo
  • Freios a disco
  • Controle de áudio no volante
  • Piloto automático
  • Direção assistida

Derrubado pela concorrência

Voltado para o público jovem e produzido para entrar na concorrência como o Fox, da Volkswagen, o Agile não se deu tão bem no mercado. No ano passado, em que parou de ser importado, apenas 9.547 unidades do modelo foram emplacadas, enquanto um número muito superior do Onix, mais barato e com novos equipamentos, foi vendido.

Desvantagens do veículo

Uma queixa comum de motoristas do Agile é o acabamento interno do carro ser mal acabado, feito com material de má qualidade e mostrando muitas rebarbas. O fato da suspensão ser muito dura também faz parte das reclamações. O fato do acabamento do carro ser feito com muitas partes e plástico rígido, somado à suspensão dura, gera muito barulho interno durante a direção. Embora pareça insignificante, o porta-malas não ser aberto a não ser com a chave é outro fato que incomoda bastante os motoristas, já que é preciso desligar o carro para fazer isso. O câmbio automatizado, assim como o caso de outras marcas, arranha e atrapalha a boa digiribilidade.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Post Comment