Semi-reboque: O que é? Quais são os tipos?

Semi-reboque: O que é? Quais são os tipos?

Quem usa caminhão sabe a importância de conseguir controlar o fluxo da carga, conseguindo distribuir bem o peso e também tendo segurança para manter a carga firme até chegar no destino necessário.

Dito isso, a necessidade de um reboque de qualidade é mais do que obrigatório. Na verdade, diariamente, milhares de empresas investem um bom dinheiro a procura de formas mais eficientes de levar cargas, deixando o fluxo de produção melhor e mais rentável. E todos esses estudos já comprovaram uma coisa: a diferença entre escolher um reboque ou um semi-reboque pode influenciar muito na conta final.

Mas para entender toda essa economia, é preciso compreender a diferença entre esses dois métodos de tração. Embora simples, essas mudanças são importantes para compreender a necessidade de adaptação de acordo com a carga que se propõe a carregar.

Reboque e semi-reboque: qual a diferença?

Reboque é aquele tipo de veículo de carga que fica apoiado ao trem de força de um caminhão ou trator apenas através de um engate. Ou seja, ele garante uma mobilidade maior no transporte de cargas e ferramentas mais inteligentes para mantê-la sem muito impacto. O reboque é utilizado, por exemplo, no transporte animal, pois garante maior comodidade da carga, impedindo que sofram muitos acidentes por conta dos impactos da estrada.

A movimentação do reboque normalmente é articulada, ou seja, recebe uma única articulação. Além disso, ela tem apenas 2 eixos. É claro que existem opções de reboque com mais eixos, mas como padrão, apenas dois são utilizados.

Já o semi-reboque tem um sistema diferente. Ele não consegue se movimentar sem o uso da tração de um trem de força de um caminhão ou trator. Sua instalação também é diferente, já que é colocado em cima do trem de força, garantindo maior contato do veículo com a parte que o puxa. Sua mobilidade também é diferente. Por estar mais próximo, ele acaba ficando com uma movimentação limitada, sendo por isso utilizado normalmente no transporte de cargas por rodovias, que têm ruas mais largas e próprias para esse tipo de transporte.

Normalmente, o semi-reboque tem no mínimo 3 eixos. E por ter esse maior número de apoios, permite que cargas maiores sejam carregadas com segurança. Além disso, parte do peso da carga é apoiado no próprio trem de força, o que contribui para que pesos ainda maiores sejam transportados no dia a dia.

Diferentes tipos de semi-reboque

O semi-reboque pode ter diferentes modelos. E entre eles, os principais são:

Carga Aberta: o padrão mais comum, utilizado no transporte de cargas que não precisam de proteção

Carga Fechada: é um container, que impede que a carga tenha contato com o ambiente externo

Carga Frigorífica: Containers com temperatura controlada e vedação especial

Basculante: muito utilizadas para transporte de produtos a granel que precisam ser despejados em locais específicos

Tanque: especificamente para o transporte de líquido

Cegonheira: serve para transportar veículos. Pode ser simples ou dupla

Porta-containers: serve como base para transportar containers que podem ou não estar carregados

Carga Zorra: são veículos e peças pesadas, tais como tratores, hélices eólicas ou peças de avião

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 4,00 out of 5)
Loading...

Post Comment