Rodízio dos pneus: Quando se deve fazer?

Rodízio dos pneus: Quando se deve fazer?

Os pneus dianteiros não se desgastam da mesma forma que os pneus traseiros, que normalmente sofrem mais com o uso. Embora isso seja natural, isso pode acabar causando um desequilíbrio na estabilidade do veículo. Para impedir que você tenha que trocar os pneus toda vez que isso acontecer existe o rodízio dos pneus, que consiste em uma troca planejada de posições dos pneus para garantir um desgaste por igual. Quer saber mais sobre o assunto? Então confira a seguir quando fazer esse rodízio.

A cada 10 mil km

A maioria das montadoras sugere um período próximo a 10 mil km rodados para realizar o rodízio dos pneus. Esse valor pode variar para algumas entre 7 e 8 mil km rodados, por exemplo, mas, na média, a indicação geral vale para boa parte dos veículos.

Esse período é escolhido porque implica em um desgaste razoável, mas que não é provavelmente grande o bastante para causar prejuízos ao pneu. Com isso, sempre que seu veículo tiver rodado essa quantidade de quilômetros procure realizar um rodízio para garantir que todos os pneus sejam desgastados da mesma forma.

Ao levar para a revisão

Outro momento para fazer o rodízio dos pneus é quando ele é levado para a revisão e realização de balanceamento e alinhamento. Isso acontece porque normalmente significa que o veículo já rodou os 10 mil km indicados para o rodízio ou, então, que o veículo apresentou algum problema ou indicação.

Além disso, o rodízio realizado nesse momento também é benéfico porque ele deve ser feito quando o veículo estiver perfeitamente alinhado. Com isso, não existe melhor momento para realizar o rodízio do que quando se tem a total garantia de que o veículo está alinhado.

Ao notar desgaste excessivo

Muitas vezes, entretanto, o uso do seu veículo pode implicar em um desgaste maior do que o observado na média dos veículos. Isso significa, portanto, que bem antes dos 10 mil km os seus pneus já podem apresentar um desgaste mais elevado.

A inspeção visual também é importante e, portanto, assim que você notar um desgaste excessivo nos pneus traseiros é hora de realizar o rodízio. Embora seja necessário confirmar que esse desgaste não está sendo causado por uma falta de balanceamento, manter-se atento a essa situação é importante para garantir a segurança.

Antes de viagem mais longa

Outra situação em que você deve considerar o rodízio é se você for realizar uma viagem mais longa. Imagine, por exemplo, que eu veículo já percorreu 8 mil km desde o último rodízio. Considerando o limite de 10 mil km, a hora de realizar u novo rodízio ainda não aconteceu.

Por outro lado, em breve você vai realizar uma viagem com mais de 3 mil km entre ida e volta, fazendo com que o carro, ao final, ultrapasse os 10 mil km rodados. Como nesse caso é sempre melhor prevenir do que remediar, é altamente recomendado que você realize o rodízio antes de dar início à viagem.

O rodízio dos pneus é uma atitude que ajuda não apenas a garantir melhor consumo, mas também mais estabilidade e segurança. Apesar disso, é fundamental que as situações específicas para a sua realização sejam respeitadas de modo a garantir a segurança.

 

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Post Comment